A WEG S.A. (B3: WEGE3, OTC: WEGZY), uma das maiores fabricantes mundiais de equipamentos eletroeletrônicos, anunciou hoje seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2019 (4T19).

Confira os destaques:

  • A Receita Operacional Líquida (ROL) foi de R$ 3.778,8 milhões no 4T19, 20,9% superior ao 4T18 e 12,8% superior ao 3T19. Ajustada pelos efeitos da consolidação das aquisições da Geremia Redutores, PPI-Multitask e da V2COM (“aquisições recentes”), a receita mostraria crescimento de 20,1% sobre o 4T18;
  • O EBITDA atingiu R$ 666,4 milhões, 36,1% superior ao 4T18 e 15,1% superior ao 3T19, enquanto a margem EBITDA de 17,6% foi 1,9 ponto percentual maior do que no 4T18 e 0,3 ponto percentual maior do que o trimestre anterior;
  • O Retorno Sobre o Capital Investido (ROIC) atingiu 20,2% no 4T19, crescimento de 2,6 pontos percentuais em relação ao 4T18 e crescimento de 1,0 ponto percentual em relação ao 3T19.

Observamos neste trimestre um bom desempenho das principais linhas de negócios, refletido no crescimento dos indicadores financeiros da companhia. Fatores como crescimento da receita, melhora das margens operacionais, ganhos de escala, mix de produtos mais favorável e eficiência na alocação de capital têm suportado o crescimento apresentado nos últimos trimestres.

No mercado local, os negócios da companhia apresentaram um bom desempenho, mesmo em um cenário de crescimento ainda tímido da economia brasileira. Os equipamentos eletroeletrônicos industriais de ciclo curto e os equipamentos de ciclo longo ligados à área de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD) foram componentes importantes para este crescimento, com destaque para os negócios de geração solar distribuída e transmissão & distribuição (T&D), que continuam a apresentar evoluções em relação aos trimestres anteriores.

A performance no mercado externo foi positiva, principalmente nos produtos de ciclo longo, com destaque para projetos importantes de óleo e gás e mineração que continuam demandando os nossos equipamentos industriais em conjunto com o crescimento das vendas de transformadores na América do Norte, contribuindo para a boa performance de GTD. As vendas de equipamentos de ciclo curto apresentaram pequeno crescimento, reflexo da menor entrada de pedidos observada desde o último trimestre, principalmente em virtude da desaceleração do crescimento da economia global.

Clique aqui e acesse o release completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *